Sementes Funcho Géant Mammouth Bio

1.95 

REF: SM0045.07 Categorias: , , ,

Descrição

De raiz vigorosa e resistente ao espigamento. Cresce melhor em solo rico em nutrientes e relativamente húmido. Sabor doce e suave, consumido cru e cozido. As sementes podem ser usadas para fazer infusões.

 

Sementeira

A sementeira feita no local definitivo é a mais aconselhada para a cultura, devendo realizar-se alguns desbastes até atingir o compasso pretendido. Devido ao sensível sistema radicular, não é usualmente realizada em tabuleiro, que pode ser feita com posterior transplantação quando as plantas tiverem 10 a 15 cm. A cultura pode ser feita em linhas, com 10 a 15 cm entre plantas e 45 a 60 cm entre linhas.

Solo

A cultura prefere solos leves, férteis, profundos, ricos em matéria orgânica, bem drenados, com pH entre os 5.0 e os 6.8, devendo ser bem trabalhados afim de permitir um correto desenvolvimento radicular.       

Clima

É uma cultura que se adapta bem ao clima Mediterrânico, necessitando de alta luminosidade e não tolera geadas. No entanto, climas muito quentes e os dias longos podem favorecer o espigamento antes do completo desenvolvimento da cultura. A temperatura do solo aquando a sementeira deve ser de pelo menos 10°C.

Fertilização

É uma cultura algo exigente em potássio, devendo ser feita a incorporação de composto de forma a suprir as necessidades da cultura.

Rega

Deve manter-se o solo sempre húmido, com regas regulares e adequadas, sem encharcar, com a primeira rega a ser realizada logo após a sementeira. Uma correta gestão hídrica leva a melhores produções e melhor sabor da cultura, enquanto a falta de água poderá levar a florações precoces.

Controlo de infestantes

mulching é uma opção interessante para a cultura, diminuindo a competição entre as infestantes e a cultura e ajudando a conservar a humidade do solo.

Controlo de pragas

Os afídeos e as lagartas roscas são pragas da cultura. Para o controlo dos afídeos deve realizar-se fertilizações moderadas sem excesso de azoto, limitação natural com sebes em bordadura e, se necessário, pulverizações com sabão de potássio ou azadiractina. Para o controlo das lagartas roscas deve evitar-se usar estrume fresco, iscos com farelo + melaço +Bacillus thuringiensis sobre o terreno junto à cultura, Bacillus thuringiensis em pulverização, luta biológica com nemátodes Steinernema carpocapsae e, se necessário, pulverizações com azadiractina.

Controlo de doenças

O oídio é uma doença que poderá causar alguns problemas na cultura do funcho, devendo para o seu controlo usar compassos largos na instalação da cultura, evitar excessos de azoto através da fertilização e, se necessário, aplicação de enxofre em pó polvilhável ou em conjunto com lithothamne (1:1), sendo menos fitotóxico que o enxofre estreme.

Branqueamento

É uma operação cultural opcional. Para bolbos mais brancos deve realizar-se uma amontoa quando o bolbo tiver o tamanho de um ovo, devendo ficar pronto para colheita após 2 a 3 semanas.

Colheita

Se a órgão de consumo for o bolbo, normalmente deve colher-se quando a sua base engrossa e antes da planta iniciar a sua floração, devendo ter cerca de 13 a 15 cm de diâmetro nesta altura, enquanto para bolbos de tamanho baby deve colher-se quando o diâmetro é de cerca de 8 cm. Deve cortar-se logo acima do colo da planta, para além de aparar as folhas 2.5 a 5 cm acima do bolbo.

Pós-colheita

Relativamente ao bolbo, as condições óptimas de armazenamento são de  0°C e 95% de humidade relativa, tendo um tempo de prateleira de cerca de uma semana.